Rua Paraguaçu, 404 | Perdizes | 05006-011

(apenas atelier, indisponível para atendimento)

© 2023 by Little Ray. Proudly created with Wix.com

  • Estela

O fazer manual: um ato transformador


O fazer manual está inserido em nossos dias das formas mais sutis à maiores dimensões. Fazer a própria comida é uma forma sutil de dar nossas mãos para criar algo do zero, onde podemos desenvolver capacidades criativas, aumentar nosso repertório e melhorar nossa experiência em cada um desses pequenos fazeres. Também podemos pensar no impacto que geramos quando usamos desse hábito do fazer para reformar nossos pertences, consertar nossas próprias roupas, entre outros hábitos hoje um pouco esquecidos devido à enorme velocidade do consumo em nossa sociedade atual.

.

Essa semana postamos em nosso feed no Instagram um vídeo falando sobre assumir uma postura mais sustentável e adotar o costume de remendar costuras de nossas próprias peças e de quebra ensinamos um ponto super útil para usar em nosso dia a dia.

.

Em outra perspectiva dentro do universo do fazer à mão, há os trabalhos que desempenhamos por nossa própria consciência criativa, onde criamos do zero objetos personalizados e imprimimos nesse ato algo de caráter único, mesmo que seja um objeto já visto antes, ainda assim não vai haver nenhum igual.

.

Se por um lado, o mundo moderno e tecnológico nos tornou mais consumistas e virtuais, por outro, nunca tivemos tanto acesso à informação de qualidade e trocas de experiências como hoje. Tutoriais, fóruns, grupos, blogs, diversos formatos para buscarmos ótimas referências e nos atualizar em tudo o que buscamos aprender.

.

Aqui na Mundo Pano, assumimos desde o início uma postura que pra nós sempre foi de extrema importância: a de valorizar o trabalho manual e as condições de trabalho, potencializando o caráter horizontal de gerir um pequeno negócio e assim, potencializar as 2 relações:

1) tanto de quem produz com quem cria (nossa relação com nossas parceiras);

2) quanto de quem adquire nossas peças com a nossa proposta (relação do cliente com a gente).

.

Para nós, o importante é humanizar os processos, trazendo uma força do artesanal junto à nossa rotina, questionando, melhorando e criando novos meios através dos aprendizados que nascem dessas relações que estamos sempre construindo.

Assim seguimos, rumo a uma revolução nos atos do fazer e no de consumir, pois os dois estão sempre lado a lado e podemos fazer dessa uma ligação rica e cada vez mais produtiva e transformadora. <3 Bora com a gente?